2005/02/19

O MEU VOTO!



É uma sátira argentina, mas sempre que exerço o meu direito de votar é assim que me sinto: com capacidade de alterar o rumo do país e, quiça, do mundo!

Eu sei, sou uma utópica!

Sempre quero ver é se o meu voto vai ajudar para a maioria absoluta do PS ou não...!

13 Comentários:

Blogger P. disse...

Mistério resolvido. A pulsação cardíaca (a minha) voltou ao ritmo normal. Olha lá... não precisas de uma coligaçãozinha (voto BE). ;)

**

19/2/05 23:06  
Blogger Label This! disse...

Soa-me a proposta indecente, essa da coligação!!!

(Sai pensamento, sai!)

LOLOLOL

19/2/05 23:13  
Blogger P. disse...

E achas que eu sou menina para propostas indecentes? Já me deixei disso. ;) Dedico-me doravante ao celibato. Voltemos ao plano formal e político. *risos*

19/2/05 23:29  
Blogger Label This! disse...

Celibato?! E votas tu BE!!! :-)))

19/2/05 23:41  
Blogger P. disse...

É um celibato "especial", nada apostólico. *risos* E a coerência do voto BE mantém-se.

20/2/05 00:05  
Blogger Label This! disse...

Esclarecida a questão que plataforma política apresentas tu?

20/2/05 00:26  
Blogger o eu do território disse...

isto realmente é demais ... se querem que o país seja uma democracia em pleno direito, com uma governação estável então o voto mais acertado é no BE, ou então na CDU :P

20/2/05 01:51  
Blogger P. disse...

azithro aka ikebang, :)

A democracia é também isso: seres livre no voto. Mesmo que aos outros não pareça o mais certo! Uma plataforma política de maioria seria - teoricamente!!! - o apanágio da estabilidade. Mas, infelizmente, e como eleitora socialista durante anos, senti-me quase sempre defraudada. Se calhar não devo fazer um exercício de memória tão longo quanto isso.

beijinhos**

20/2/05 02:23  
Blogger Label This! disse...

Se entrarmos no campo das teorias então terei de ceder e reconsiderar a minha ideologia política, alinhando ao lado dos anarquistas. ;)

O problema é passarmos do campo teórico para o prático...

Respeitando as ideologias de todos, sempre, mas as opções que me restam à esquerda é um PC ortodoxo (pré-queda do Muro de Berlim) e um BE trotskista... Para a direita nunca iria o meu voto!

E, relembrando, para memória futura: nunca o PS teve uma maioria absoluta, entre 95 e 2001 tendo uma maioria fragilizada, sendo que nunca o PC e o BE nunca colaboraram. A minha memória não é curta. ;)

Desilusões à parte, amanhã, a esta hora, já saberemos como ficará composta a Assembleia da República. :-)

20/2/05 04:11  
Blogger P. disse...

Mas é uma desilusão o meu voto? *risos*

Agora a sério: podia continuar e falar de uma série de políticas e do programa eleitoral do PS em que não revejo.
Podia também dizer-te outras razões para o meu voto BE, mas valerá a pena?

Mas também te podia dizer que apenas existem 2 partidos com possibilidade de formar governo (e um outro por coligação) e não tenho dúvidas que o PS vai ganhar.

Bom trabalho. **

20/2/05 14:39  
Blogger Label This! disse...

Não me estava a referir ao teu voto como desilusão. ;) Falava das diversas desilusões que a esquerda já me deu - PS incluído!

E por muito interessante que fosse a troca de argumentos - que sei que seria - a mesma não teria sentido, pois nem eu, nem tu nos iríamos demover nas nossas opções políticas. :)

Agora vou despachar-me para ir votar. ;)

20/2/05 15:03  
Blogger P. disse...

Isso, isso :p
Eu já fui votar. E ia-me enganando. Ai credo, porque a opção abaixo do meu voto era o pânico dos pânicos. Qual Deimos e Phobos do Universo. Um autêntico peso saturnino.

Uff! Mas tudo acabou em BE(m) ;)

20/2/05 16:35  
Blogger Label This! disse...

LOLOLOL!!!

Sabes, já fiz parte de mesas de voto e o mais chato de tudo aquilo era quando as pessoas se enganavam e pediam um novo boletim. Preencher a papelada era um verdadeiro pesadelo!

Ainda bem que não te enganaste! :-)

20/2/05 16:46  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial